Cidadão de bem

 

O cidadão de bem é a favor de direitos humanos – contanto que sejam para humanos direitos.

O cidadão de bem critica corruptos e vai a passeatas contra a corrupção, embora sempre tente dar um jeitinho para suas coisas.

O cidadão de bem vota contra o PT, já que a alternância de poder é fundamental. Mas isso só num nível nacional, porque em São Paulo alternância de poder é mexer em time que está ganhando, afinal ainda somos a locomotiva do Brasil.

O cidadão de bem se mantém informado lendo a Veja, embora tenha preguiça de ler a revista toda e acaba por dar uma passadinha de olhos nos títulos e nas fotos.

O cidadão de bem é sensível a crimes. Como todos, detesta bandidos. Às vezes vê Datena escondido e pensa que ele é criticado só por falar a verdade.

O cidadão de bem é a favor da educação, sempre, mas critica os estudantes das faculdades de Letras, História, Geografia, Filosofia, Sociologia e Pedagogia, porque lá só tem vagabundo mamando nas tetas do governo.

O cidadão de bem é a favor da liberdade de expressão, mas critica manifestantes na Avenida Paulista e apoia ações autoritárias da polícia.

O cidadão de bem é a favor da pena de morte, porque bandido bom é bandido morto.

O cidadão de bem é religioso pero no mucho. Quando sua ideologia coincide com a da Igreja, ele utiliza o argumento religioso. Quando diverge, ele miraculosamente lembra que o Estado é laico.

O cidadão de bem não fala a palavra “câncer” pra não dar azar, mas faz piadinhas com a doença em Lula.

O cidadão de bem, se/quando pega ônibus, senta no banco preferencial e finge que está dormindo quando aparece um idoso.

O cidadão de bem diz que feministas são mal amadas, histéricas, lésbicas e vagabundas; diz que a causa delas é inútil, que homens e mulheres são apenas diferentes. As mulheres recebem menos? Meritocracia!

O cidadão de bem não é racista, e até tem um amigo negro, embora ele seja um pouco entojado.

O cidadão de bem não é contra homossexuais, ele só se sente um pouco incomodado quando gays ficam ao seu lado.

O cidadão de bem acha absurdo seus impostos irem para o Bolsa-Família (ou Bolsa-Vagabundagem?), e diz que agora os nordestinos só querem fazer filhos e não aceitam mais ser seus porteiros.

O cidadão de bem não tem preconceito contra nordestinos, só os acha um pouco ignorantes e malemolentes. O único nordestino que se salva é o Caetano, porque ele soube agarrar as oportunidades e vencer na vida.

O cidadão de bem é tão de bem que às vezes até sente uma pontinha de dó quando vê um mendigo, mas se alegra logo que nota que o dito-cujo tem dois braços e duas pernas e não trabalha porque é vagabundo.

Anúncios

Uma resposta para “Cidadão de bem

  1. KKKKKKKKKKKKK a @subutramina tá feliz com que? a gordinha nem paga aluguel, vive na sombra do pai, graças a deus ela arrumou um emprego e sumiu a noite da internet, Deus é maravilhoso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s